Kamala Harris

Você está aqui

Kamala Harris foi procuradora-geral da Califórnia (a primeira mulher negra a ocupar esse cargo), senadora, e eleita vice-presidente dos Estados Unidos em 2020.
Kamala Harris foi eleita vice-presidente dos Estados Unidos em 2020.[1]
Kamala Harris foi eleita vice-presidente dos Estados Unidos em 2020.[1]

Kamala Harris é uma política e advogada norte-americana que atuou como procuradora-geral de San Francisco e da Califórnia. Ingressou na política e foi eleita para o cargo de senadora em 2016, assumindo-o em 2017. Atuou na oposição ao governo Trump, e, em 2020, foi convidada para concorrer como vice-presidente dos Estados Unidos, sendo eleita junto de Joe Biden.

Acesse também: Como é eleito o presidente dos EUA?

Resumo sobre Kamala Harris

  • Kamala Harris nasceu em uma família de imigrantes, sendo seu pai jamaicano e sua mãe indiana.
  • Ela concluiu seu Ensino Médio no Canadá e retornou aos Estados Unidos para cursar graduações em duas universidades.
  • Ocupou as posições de procuradora-geral de San Francisco e da Califórnia.
  • Foi eleita senadora em 2016.
  • Aderiu à chapa de Joe Biden e foi eleita vice-presidente dos Estados Unidos em 2020.

Primeiros anos de Kamala Harris

Kamala Devi Harris nasceu na cidade de Oakland, no estado da Califórnia, Estados Unidos, em 20 de outubro de 1964. É filha de Shymala Gopalan, uma médica e pesquisadora indiana, e de Donald J. Harris, um professor universitário jamaicano.

Ela cresceu em um ambiente multicultural, contando com as influências afro-jamaicanas de seu pai e as influências indianas de sua mãe. Por estar inserida em uma comunidade norte-americana,  naturalmente, ela foi influenciada pela cultura afro-americana, e chegou a frequentar templos religiosos cristãos e hindus.

Harris morou um tempo em Berkeley, e depois mudou-se para Montreal, cidade do Canadá. Essa mudança se deu por dois fatores: seus pais tinham se divorciado e sua mãe tinha sido contratada como pesquisadora naquele país. Kamala Harris concluiu seus estudos básicos no Canadá e retornou aos Estados Unidos para ingressar em duas universidades.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vida profissional de Kamala Harris

Kamala Harris estudou na Howard University, localizada em Washington, entre 1982 e 1986, obtendo graduação em Ciências Políticas e Economia. Depois ela ingressou no curso de Direito do Hatings College of the Law, da University of California. Ela concluiu esse curso em 1989, e, no ano seguinte, deu início a sua carreira profissional.

Entre 1990 e 1998, Harris atuou como procuradora-geral adjunta do Condado de Alameda, processando indivíduos responsáveis por diversos crimes. De 1998 a 2000, ela atuou em uma divisão criminal vinculada ao Escritória da Procuradoria-Geral de San Francisco.

Em 2003, Kamala Harris foi eleita procuradora-geral de San Francisco, o que fez dela a primeira mulher negra a assumir essa posição. Ela se manteve no cargo ao ser reeleita em 2007, mas, no ano seguinte, deu um passo à frente em sua carreira ao anunciar sua intenção de concorrer ao posto de procuradora-geral da Califórnia. Harris foi eleita procuradora-geral da Califórnia em 2010 e reeleita em 2014. Sua atuação lhe trouxe a fama de ser rígida no combate ao crime.

Acesse também: Rosa Parks — importante nome na luta pelos direitos civis dos negros nos EUA

Kamala Harris na política

Os anos de atuação na procuradoria-geral da Califórnia renderam a Kamala Harris a possibilidade de entrar na política dos Estados Unidos. Ela anunciou que concorreria à posição no Senado, após a aposentadoria de Barbara Boxer, senadora pelo Partido Democrata. Mais uma vez, Harris saiu vitoriosa de uma eleição e, assim, se tornou senadora dos Estados Unidos.

Kamala Harris tomou posse do cargo em janeiro de 2017, durante a administração de Donald Trump, presidente eleito em 2016. Harris se manteve como oposição ao governo de Trump, questionando contundentemente a política de imigração desse governo.

Harris também assumiu uma série de comitês e manteve posições progressistas, defendendo uma política de controle de armas nos Estados Unidos; a descriminalização da maconha; a taxação dos donos de grandes fortunas; e questionando as políticas de imigração de seu país.

Disputa pela presidência

Kamala Harris decidiu ingressar na disputa pela presidência dos Estados Unidos e tornou público o seu interesse em 2018, mas, no ano seguinte, abandonou o pleito porque sua candidatura demonstrou sinais de enfraquecimento. Em seu partido, o Democrata, a candidatura de Joe Biden demonstrou ter mais força entre o eleitorado.

Mesmo tendo abandonado a disputa, Kamala Harris foi convidada para compor a chapa de Joe Biden, referendado como candidato dos democratas após as primárias do partido. Joe Biden é um quadro importante do Partido Democrata e foi vice-presidente dos Estados Unidos durante a gestão de Barack Obama.

Ao final dessa eleição, Joe Biden e Kamala Harris saíram vitoriosos ao conquistarem a maioria dos votos do Colégio Eleitoral. A vitória na eleição presidencial dos Estados Unidos fez de Kamala Harris a primeira mulher negra vice-presidente do país.

Leia também: Harriet Tubman — abolicionista negra que escapou da escravidão

Vida pessoal de Kamala Harris

Kamala Harris é casada com um advogado Doug Emhoff. Ele se conheceram em 2013 e casaram-se em 22 de agosto de 2014. Seu marido tem dois filhos de outros relacionamentos, e Kamala Harris não teve filhos. Harris e Emhoff se conheceram por meio de um amigo em comum que os apresentou.

Créditos da imagem

[1] Michael F. Hiatt e Shutterstock

Por Daniel Neves Silva

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados