Língua Francesa - História da Língua Francesa

Você está aqui

Home / Francesa / Língua Francesa - História da Língua Francesa

Curtidas

24

Comentários

0

Compartilhe:

Introdução

Língua românica pertencente à subfamília itálica que, por sua vez, pertence à família indo-européia. É o idioma do povo francês. Também é a língua oficial da Bélgica, Suíça e de países e regiões que são, ou foram, colônias francesas: Guiana Francesa, África norte-ocidental, Indochina, Haiti, Madagascar e parte do Canadá.

Origens

Os primeiros habitantes da França foram os gauleses, um povo celta. Com a conquista do território por Júlio César, no século I a.C., as tribos gaulesas abandonaram a língua celta e adotaram o idioma das legiões romanas, o ‘latim popular’. No século VII, o latim havia sofrido numerosas modificações devido à invasão dos povos bárbaros de origem germânica e à adoção de palavras gregas.

Evolução

Durante a alta Idade Média, começaram a evoluir duas línguas diferentes: a langue d'oïl, ao norte do rio Loire, e a langue d'oc, ao sul. De cada uma delas originaram-se vários dialetos. Os principais da última língua mencionada são o provençal, o gascão, o languedociano, o auvernês, o lemosino e o bearnês. Esta língua, utilizada por uma importante escola de poetas e trovadores, foi também chamada de provençal. Os dialetos da langue d'oïl receberam o nome das províncias setentrionais nas quais eram falados: frâncico, Île-de-France, região de Paris, normando, picardo (Picardia), pictavino (Poitou) e borgonhês. O francês moderno é a forma derivada diretamente do dialeto da Île-de-France.

Francês como língua internacional

No início do século XVII, François de Malherbe triunfou ao definir uma norma exata para usar palavras francesas em suas obras poéticas e críticas. Um passo decisivo para a reforma foi a compilação do ‘Dicionário’ patrocinado pelo cardeal Richelieu no século XVII, na fundação da Académie Française (1635). Durante o reinado de Luís XIV, o idioma alcançou o ponto culminante de sua história, convertendo-se em língua internacional da Europa, sobretudo no âmbito diplomático e científico.

As mudanças que ocorreram posteriormente limitaram-se a modificar a pronúncia, simplificar a escrita e introduzir neologismos.

Civilização Francesa

Curtidas

24

Comentários

0

Compartilhe: